NOVEMBRO LARANJA Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido

Andrea Jesus

Comunidade médica brasileira focada no diagnóstico e tratamento dos vilões do ouvido

A 13ª edição do Novembro Laranja, ‘Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido’, promovida pelo Instituto Ganz Sanchez, primeiro centro latino americano especializado no tratamento de Zumbido, Misofonia e Hiperacusia, visa alertar a população sobre as causas e formas de tratamento, além de reforçar que parte crescente da comunidade médica vem progressivamente oferecendo opções de tratamento com melhora, e até cura, de sintomas que já atingem mais de 40 milhões de brasileiros.
As novidades da Campanha para 2018 são: 
inclusão de dois novos sintomas que fazem parte da “QUADRILHA DO OUVIDO”, juntamente com o zumbido, que já afeta 22% dos adultos paulistanos (pesquisa USP 2015): a Misofonia (intolerância a sons baixos e repetitivos, como mastigação, respiração, fungação e digitação, que afeta 15% da população em pesquisa via Linkedin de 2014) e a Hiperacusia (intolerância ao volume dos sons, como TV, música e vozes, que afeta 25 a 40% das pessoas com zumbido).

• definição de uma data específica para marcar a conscientização de cada sintoma, já em processo parcial de aprovação no Legislativo: 11/11 (Dia Nacional de Conscientização sobre Zumbido), 12/11 (Dia Nacional de Conscientização sobre Misofonia) e 13/11 (Dia Nacional de Conscientização sobre Hiperacusia).

• participação de 60 profissionais (otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos, dentistas, fisioterapeutas e psicólogos) que trarão informações ao público sobre diagnóstico e tratamento dos 3 sintomas auditivos.

Segundo a Profa. Dra. Tanit Ganz Sanchez, otorrinolaringologista, fundadora do Instituto Ganz Sanchez, e criadora do Novembro Laranja, somente a perda auditiva costuma ser conhecida da população. Entretanto, os sintomas da “quadrilha do ouvido” são até mais comuns e podem representar o início de problemas auditivos que futuramente poderão levar à perda auditiva, por isso merecem atenção e foram associados em uma campanha específica. Reconhecer os sintomas precocemente e buscar tratamento pode evitar a progressão dos problemas e melhorar a qualidade de vida. Além disso, a demanda de pessoas que se queixam de sintomas auditivos vem crescendo em todas as idades, inclusive entre crianças e adolescentes, que não têm o mínimo necessário de esclarecimento. 

Informações sobre o ZUMBIDO – um importante membro dessa família de efeitos colaterais dos ruídos da vida sobre os ouvidos. Esses sons podem ser comparados a apitos, chiados, cigarras, grilos, panela de pressão e etc, e ocorrem em todas as idades, inclusive crianças e adolescentes, podendo comprometer o sono, a concentração na leitura, o equilíbrio emocional e até a vida social e familiar.
Pesquisas mostram que 1 a cada 4-5 pessoas tem zumbido, facilitando a compreensão de como isso se tornou tão comum. Como em qualquer família, os membros andam em grupos, ou seja, um único paciente pode ter associação de zumbido, misofonia e hiperacusia ao mesmo tempo. 

13a Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido.

Objetivos:
*Conscientizar a população sobre a realidade preocupante do aumento dos problemas do ouvido em pessoas de todas as idades, particularmente o Zumbido. Este ano, a Campanha acrescentará informações sobre Misofonia e Hiperacusia.

*Motivar mais profissionais a abraçarem esta causa, entendendo que Zumbido, Misofonia e Hiperacusia são sintomas de ouvidos mais frágeis, que precisam de mais cuidados com as agressões diárias, além da investigação correta de suas causas.

*Divulgar que o tratamento precoce do Zumbido, da Misofonia e da Hiperacusia pode fazer a diferença na recuperação da qualidade de vida.

Mudar pensamentos restritivos (“não há nada a fazer”, “isso não tem cura” ou “aprenda a conviver com isso”) ajuda a ampliar a atuação profissional e obter sucesso no tratamento do paciente.
Após a notoriedade conquistada com mais de uma década de Campanha, a Profa. Dra. Tanit Ganz Sanchez fala sobre a parceria com profissionais de vários estados do Brasil que passaram a dedicar tempo e estudo ao tratamento do zumbido. “A ajuda da população mais informada pelas campanhas anteriores - e ávida por tratamento em suas cidades - foi fundamental para acelerar esse movimento médico, pois ela levou as informações aos seus respectivos profissionais para juntos buscarem o tratamento. Esse círculo virtuoso já conseguiu melhorar o cenário do zumbido no país, mas ainda há muito para melhorar. Por isso, a participação de mais profissionais experientes está sendo progressivamente encorpada na Campanha ao longo dos anos”,  sentencia a médica que, desde 1994, observa o sintoma se alastrando entre crianças, adolescentes e adultos, e que também defende o abandono das crenças errôneas da Medicina sobre o zumbido ser um problema exclusivo da 3ª idade e sem cura.
No cenário atual, a “Quadrilha do OUVIDO” é vista como um conjunto de sintomas decorrentes da vida moderna, pois podem ser causados por erros alimentares, exposição abusiva aos sons, uso frequente de celulares e medicamentos sem prescrição, por estresse com as dificuldades da vida diária etc. 

“Com o passar do tempo, temos certeza que o Novembro Laranja fará com que a Quadrilha do Ouvido seja mais conhecida, mais investigada e tratada com mais sucesso!”, afirma Dra. Tanit Ganz Sanchez. 

Todos podem participar do Novembro Laranja

Veja as ações elaboradas para este ano:
1 a 30/11 – Divulgação virtual de vídeos curtos sobre causas, diagnóstico e tratamento do Zumbido, Misofonia e Hiperacusia. Esse ano, nossos convidados são 60 profissionais entre otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos, dentistas e fisioterapeutas de várias cidades brasileiras que dedicaram seu tempo para caprichar na criação de dicas preciosas para quem sofre com esses problemas.
8/11 – Palestra presencial “Ouvidos e qualidade de vida: tudo a ver!”, ministrada de forma leve e divertida, aberta ao público, no Clube Homs às 20h (Av. Paulista, 735 – Bairro Bela Vista, São Paulo)
11/11 – Dia Nacional de Conscientização sobre Zumbido: livestreaming comemorativa às 17h nas redes sociais do Instituto Ganz Sanchez
12/11 – Dia Nacional de Conscientização sobre Misofonia: livestreaming comemorativa às 17h nas redes sociais do Instituto Ganz Sanchez
13/11 – Dia Nacional de Conscientização sobre Hiperacusia: livestreaming comemorativa às 17h nas redes sociais do Instituto Ganz Sanchez
24/11 - Curso Teórico-Prático Intensivo de Zumbido, direcionado para profissionais, ministrado na sede do Instituto Ganz Sanchez (Av. Padre Pereira de Andrade, 353, Bairro Alto de Pinheiros, São Paulo). Nesse dia, faremos lives com a plateia.
24/11 - Pedalada Novembro Laranja – na cidade de São José do Rio Preto, coordenada pelo Dr. Márcio Coimbra. 
30/11 - III Encontro Multidisciplinar sobre Zumbido, das 8 às 17h, coordenado pela fonoaudióloga Marine Rosa, da Universidade Federal da Paraíba, com participação online da Dra Tanit Ganz Sanchez. 

Sobre a Especialista 
Profa.  Dra. Tanit Ganz Sanchez – Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP, Fundadora e Diretora do Instituto Ganz Sanchez, criadora da Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (Novembro Laranja), do Grupo de Apoio Nacional a pessoas com Zumbido, da TV Zumbido e do curso online ABC...z do Zumbido. Assumiu a missão de desvendar os mistérios do zumbido e é pioneira nas pesquisas no Brasil, sendo reconhecida por sua didática, objetividade e compartilhamento aberto de ideias. É especialista em Zumbido, Hiperacusia, Misofonia e Distúrbios do Sono.



Compartilhe o Amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ola meus Amores, fico feliz que veio visitar o meu blog.
Espero que tenha gostado. Deixe o seu comentario.
Em breve respondo a todos. Beijos

Blog Andrea Jesus © Copyright 2015 | Design by Claudinei Felipe